23
Abril
2020
|
11:10
Europe/Lisbon

Daimler apresenta Relatório de Sustentabilidade 2019

O Relatório de Sustentabilidade da Daimler AG de 2019, com o título "SpurWechsel", foi publicado a 22 de abril de 2020. Um dos principais destaques do relatório corresponde ao capítulo dos objetivos estratégicos de sustentabilidade e campos de ação.

Visão Daimler: mobilidade com menores níveis de emissões, menor consumo de recursos e menos acidentes. Trata-se de criar responsabilidade económica, ambiental e social para todos os intervenientes, ou seja, para clientes e colaboradores, bem como investidores, parceiros de negócio e sociedade como um todo.

Ao comprometer-se com o seu SpurWechsel, a empresa está empenhada em focar a sua atenção nas seguintes áreas:

• Mobilidade neutra em carbono até 2039

• Dissociar o consumo de recursos do crescimento no volume de negócios

• Soluções inovadoras de mobilidade e de trânsito para as cidades

• Mais segurança na estrada

• Responsabilidade pelos dados

• Responsabilidade pelo respeito dos direitos humanos ao longo de toda a cadeia de valor

A base para que estes objetivos sejam atingidos é estabelecida pela Daimler através da colaboração prevista com os seus parceiros de negócios, políticos e sociedade civil, bem como com os seus colaboradores em todo o mundo.

Este SpurWechsel também envolve parcerias na área do financiamento de projetos ecológicos, como por exemplo, através das designadas obrigações verdes. Estes instrumentos criam novas oportunidades para apoiar o elevado investimento futuro necessário para a criação de tecnologias neutras em carbono. Ao mesmo tempo oferecem aos investidores sensibilizados para as condições do ambiente uma oportunidade de participarem diretamente nos ambiciosos projetos de sustentabilidade da Daimler. Desta forma, a Daimler apoia o Pacto Ecológico da UE, em que um dos seus objetivos consiste em motivar investidores institucionais a disponibilizarem mais capital para projetos de baixas emissões de carbono e com impacto neutro no clima.

Ambition 2039: neutralidade de carbono até 2039

Um dos principais objetivos da Daimler consiste em reduzir as emissões de CO2. O próprio Grupo definiu, portanto, o objetivo de disponibilizar até 2039 um portfolio de novos veículos ligeiros de passageiros totalmente neutro em emissões de carbono. Como um passo importante neste processo, até 2030, a Daimler prevê aumentar significativamente as vendas de veículos ligeiros de passageiros equipados com cadeias cinemáticas híbridas plug-in e também totalmente elétricas, em mais de 50% do seu portfolio. O objetivo passa também por incluir os novos veículos comerciais pesados para os mercados da Europa, Japão e América do Norte, que devem ser neutros em carbono durante os seus ciclos de vida, igualmente até 2039. Para a divisão Mercedes-Benz Vans estão também a ser aplicados planos idênticos.

Progresso sistemático no sentido da proteção ambiental

Ao longo do ano passado, o Grupo conseguiu implementar toda uma série de importantes objetivos de sustentabilidade em conformidade com o seu SpurWechsel: relativamente à produção, durante o ano de 2019, a empresa já conseguiu cumprir as suas metas de longo prazo de redução de CO2 para o ano de 2020.

Ao longo dos últimos anos recentes, a Daimler também conseguiu reduzir o consumo de energia e de água, bem como o nível de desperdício na produção por cada veículo fabricado, transversalmente em todas as unidades de negócio. Na divisão Mercedes-Benz Cars, o nível de desperdício por cada veículo fabricado diminuiu cerca de 25% comparativamente ao período 2013/2014. O consumo de energia diminuiu 10%. Os prémios de sustentabilidade atribuídos em 2019 aos dois modelos de autocarros urbanos da Mercedes-Benz, nomeadamente o eCitaro e o Citaro híbrido, e ainda ao autocarro de turismo de dois pisos TopClass S 531 DT sob a insígnia Setra, são uma prova do trajeto assumido pelo Grupo. Em dezembro de 2019, o Mercedes-Benz eCitaro tornou-se também o primeiro autocarro urbano totalmente elétrico a ser galardoado com o muito cobiçado rótulo ambiental atribuído pelo Governo Alemão, o "Blauer Engel".

Foco nos direitos humanos

A Daimler preocupa-se particularmente com o respeito pelos direitos humanos ao longo de toda a sua cadeia de fornecimento. O Grupo está comprometido, entre outros, com os Princípios Orientadores sobre Empresas e Direitos Humanos da ONU e com o Plano de ação Nacional do Governo Alemão para Empresas e Direitos Humanos. Para cumprir as suas responsabilidades no que diz respeito a este tema, a empresa assume diligências com os devidos riscos – e sujeita as cadeias de fornecimento de matérias-primas, como o cobalto, a rigorosos controlos desde as minas de extração.

O Código de Integridade da Daimler aplicado a nível internacional, atualizado em 2019, forma um quadro de referência legal e eticamente vinculativo para todas as atividades do Grupo. Em setembro de 2019, a Daimler tornou-se a primeira fabricante de automóveis a publicar o seu próprio conjunto de princípios para o trabalho que envolva inteligência artificial (AI). Para cumprir as suas responsabilidades de gestão de dados, a empresa persegue uma abordagem abrangente que transcende largamente a proteção de dados.

Monitorização contínua das atividades de sustentabilidade

A Daimler realiza regularmente uma análise de materialidade multifaseada para identificar e priorizar os aspetos de sustentabilidade relevantes para a estratégia, o que envolve o diálogo com os intervenientes externos e internos. Estes intervenientes incluem acionistas e investidores, colaboradores, clientes e fornecedores, bem como a esfera política, organizações ambientais, organizações de direitos humanos e também grupos de interesses privados. Desde 2008, o "Diálogo de Sustentabilidade da Daimler" reuniu anualmente cerca de 100 especialistas em sustentabilidade de vários setores diferentes com os representantes da Daimler.

O Relatório de Sustentabilidade da Daimler de 2019, publicado a 22 de abril de 2020, pode ser consultado num relatório interativo, em sustainabilityreport.daimler.com