Lisboa,
18
Julho
2018
|
17:36
Europe/Lisbon

Mercedes-Benz.io no Hub Criativo do Beato em 2019

A Mercedes-Benz.io, o hub de inovação digital da multinacional alemã, vai instalar-se no Hub Criativo do Beato, num espaço com mais de 2.000 m2, já em 2019.

A Mercedes-Benz.io, o hub de inovação digital da multinacional alemã, vai instalar-se no Hub Criativo do Beato, num espaço com mais de 2.000 m2, já em 2019. As novas instalações serão no edifício da Factory, uma organização que gere um dos maiores campus para startups e empresas tecnológicas na Alemanha, e uma das primeiras entidades parceiras anunciadas para o novo pólo criativo de Lisboa.

Realizou-se na passada quinta-feira, 12 de julho, uma apresentação à imprensa, que contou com a presença do Dr. Fernando Medina, Presidente da Câmara Municipal de Lisboa e do Dr. Duarte Cordeiro, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Lisboa. No evento estiveram também presentes o Diretor da Startup Lisboa, Miguel Fontes, o CEO da Mercedes-Benz.io em Portugal, Alexandre Vaz, e o CEO da Factory, Simon Schaefer.

Com o início das obras no Hub Criativo do Beato, a Factory Lisbon já está a remodelar os cerca de 10.000 m2 de 2 dos 18 edifícios que compõem o complexo industrial da antiga Manutenção Militar.

O Hub Criativo do Beato, para além da Mercedes-Benz.io, contará com inúmeras startups, e um jardim público, com vista para o Tejo.

Mercedes-Benz i.o instala-se no Beato já em 2019

18
Jul
2018
marketeer.pt

Hub de inovação da Mercedes já escolheu a morada em Lisboa

18
Jul
2018
www.jornaleconomico.sapo.pt
Mercedes instala centro digital em espaço partilhado no Beatoopens in new window
Hub de inovação Mercedes-Benz.io vai funcionar na Factory Lisbon a partir de 2019 e deverá contar com mais de 100 programadores.
18
Jul
2018
www.dinheirovivo.pt
Hub português da Mercedes será o maior da Europaopens in new window
ortugal vai ter o maior centro digital da Mercedes na Europa. O espaço de inovação Mercedes-Benz.io de Lisboa vai contar com pelo menos 125 especialistas em programação até ao final do próximo ano e, a prazo, será mesmo maior do que os escritórios de Berlim e Estugarda juntos.
18
Jul
2018
www.dn.pt