Sintra,
13
Dezembro
2018
|
15:39
Europe/Lisbon

Mercedes-Benz investe 20 mil milhões de euros em células de bateria

A Mercedes-Benz acaba de dar o próximo passo rumo à sua estratégia para o futuro da mobilidade.

A Mercedes-Benz acaba de dar o próximo passo rumo à sua estratégia para o futuro da mobilidade. A empresa desempenha atualmente um papel de liderança em todas as quatro áreas da mobilidade elétrica – "connectivity", "autonomous", "shared & services" e "electric" - e está a investir dez mil milhões de euros na expansão do seu portfólio de veículos elétricos e mais mil milhões de euros na rede global de fábricas de baterias.

Rede de fábricas de baterias Mercedes-Benz Cars

A Daimler está a investir mais de dez mil milhões de euros numa rede global de fábricas de baterias inserida na sua rede de produção mundial. Esta será constituída no futuro por oito fábricas em três continentes. A fábrica de Kamenz já se encontra a produzir enquanto uma segunda fábrica nesta mesma localidade irá iniciar a produção no início de 2019. Serão construídas mais duas fábricas em Stuttgart-Untertürkheim, uma nas instalações de Sindelfingen, e mais uma em cada uma das regiões de Beijing (China), Bangkok (Tailândia) e Tuscaloosa (EUA). A produção local de baterias é um fator importante de sucesso na ofensiva elétrica da Mercedes-Benz Cars e é decisiva para cumprir a procura global por veículos elétricos.

As competências para a avaliação tecnológica das células bem como as atividades de pesquisa e desenvolvimento serão alargadas consistentemente, e incluem a otimização contínua da atual geração de sistemas de iões de lítio, o desenvolvimento adicional das células adquiridas no mercado mundial e a pesquisa da próxima geração dos designados sistemas pós-iões de lítio.

Ofensiva elétrica Mercedes-Benz Cars

Até 2022, todo o portfólio da Mercedes-Benz será eletrificado com várias versões em todos os segmentos. No total, existirão mais de 130 variantes, desde modelos com sistema elétrico de 48 V ao EQ Boost e modelos híbridos plug-in, e mais de dez veículos totalmente elétricos movidos a bateria ou células de combustível. Até 2025, as vendas de veículos elétricos deverão aumentar para 15-25% do total de vendas – em função das preferências individuais dos clientes e do desenvolvimento da infraestrutura pública.

Fornecimento sustentável de matérias-primas

A sustentabilidade constitui uma referência para o sucesso empresarial sendo, por esse motivo, um dos princípios básicos da estratégia da Daimler, onde se inclui a aquisição responsável de matérias-primas. A Daimler desenvolveu uma abordagem sistemática para respeitar os direitos humanos: o Sistema de Respeito dos Direitos Humanos. A Daimler considera particularmente importante ter uma cadeia de fornecimento sustentável de matérias-primas para o esperado crescimento dos veículos elétricos. Para esta finalidade, a Daimler definiu ao longo de vários anos os requisitos de sustentabilidade para os fornecedores nas suas Normas de Sustentabilidade do Fornecedor. Todos os novos fornecedores da Mercedes-Benz são sujeitos a análises de potencial antes de serem contratados. Cerca de 700 engenheiros de qualidade e, se necessário, especialistas de direitos humanos, realizam estas auditorias no terreno. Um pré-requisito para estabelecer um contrato de fornecimento com a Mercedes-Benz Cars é o consentimento para divulgar toda a cadeia de fornecimento, inclusive desde a extração de matérias-primas nas minas. Os elementos essenciais dos requisitos impostos aos fornecedores estão relacionados com as condições de trabalho e o respeito pelos direitos humanos. Os fornecedores diretos assumem transmitir e monitorizar firmemente as normas de sustentabilidade da Daimler na cadeia de fornecimento. A responsabilidade pela aquisição de matérias-primas para a produção de células de bateria reside nos fornecedores. Contudo, a Daimler não deixa os seus parceiros sozinhos com esta tarefa e apoia-os com equipas interdisciplinares.

Sobre o C.A.S.E.

Esta sigla dá forma ao futuro da mobilidade. Significa ligação em rede (Connected), condução autónoma (Autonomous), utilização flexível (Shared & Services) e cadeias cinemáticas elétricas (Electric). As quatro áreas do C.A.S.E. são uma parte integral da estratégia empresarial da Daimler. O objetivo consiste em moldar a mobilidade intuitiva para os clientes através da articulação inteligente dos temas do C.A.S.E.

Atualmente, a Mercedes-Benz Cars já desempenha um papel de líder em todas as quatro áreas do CASE. Um bom exemplo é que todas as atividades na área da conectividade são focadas na marca digital Mercedes me, que fornece aos clientes o acesso a uma extensa e personalizada gama de serviços através de uma app, website ou diretamente a partir dos seus veículos.

O inventor do automóvel já desempenha um papel de líder no campo da Partilha e dos Serviços. Os serviços de mobilidade utilizados por mais de 18 milhões de pessoas variam desde a partilha de veículos independente do local de levantamento e devolução (car2go), a reserva de táxi (mytaxi), até à plataforma de mobilidade (moovel).

A Mercedes-Benz segue uma abordagem holística na eletrificação das cadeias cinemáticas. Além da marca EQ, a Mercedes-Benz também está a desenvolver um ecossistema abrangente que, juntamente com o próprio veículo, inclui entre outros, serviços avançados, unidades de armazenamento de energia e tecnologias de carregamento e reciclagem sustentáveis. Rumo à condução sem emissões de gases, a Daimler persegue sistematicamente uma estratégia de sistema de propulsão de três vias para implementar a máxima compatibilidade ambiental em todas as classes de veículos (incluindo veículos comerciais pesados e comerciais ligeiros), com uma combinação inteligente dos mais modernos motores de combustão, com a eletrificação parcial através da tecnologia de 48 V, com os modelos híbridos plug-in EQ Power à medida e com os veículos elétricos a bateria ou com sistema de células de combustível.

Na comunicação social

RSS feed - Na comunicação social (opens in new window)

A Mercedes-Benz investiu 20 mil milhões de euros em baterias

A Mercedes-Benz decidiu apostar na compra de baterias. Para já, encomendou 20 mil milhões de euros em baterias.
13
Dez
2018
www.razaoautomovel.com

Daimler investe 20 mil milhões em células de bateria

A Daimler anunciou o investimento de 20 mil milhões de euros na aquisição de células de bateria até 2030, para corresponde à produção em massa de veículos eletrificados pelas suas marcas, maioritariamente a Mercedes-Benz.
13
Dez
2018
www.autofoco.pt

Mercedes comprou 20M€ em baterias

Depois dos avultados investimentos no desenvolvimento dos EQ e nas instalações de fabrico para elétricos, surge mais um passo nesta ofensiva. Agora, a Mercedes comprou 20M€ em baterias para os seus futuros modelos de emissões 0.
13
Dez
2018
www.turbo.pt

Daimler compra 20 mil milhões de euros de células de baterias

A Daimler anunciou a compra de células de baterias num total de 20 mil milhões de euros dando seguimento à “ofensiva elétrica” da marca que passa pela estratégia «CASE» de quatro pontos: conetividade; autonomia; partilha e serviços; e eletrificação.
13
Dez
2018
autoportal.iol.pt