15
Setembro
2017
|
10:29
Europe/Lisbon

Intelligent World Drive – Cinco continentes em cinco meses

Com o "Intelligent World Drive", a Mercedes-Benz irá testar a condução autónoma em cinco continentes utilizando a nova geração do Classe S. Dieter Zetsche, Presidente e CEO da Daimler AG e Diretor da divisão Mercedes-Benz Cars, assinalou o início dos testes de estrada que irão decorrer em todo o mundo no Salão de Frankfurt que teve início esta semana. Até janeiro de 2018, a nova geração do Classe S, equipada com sistema de condução autónoma, será sujeita a um conjunto variado de situações complexas de trânsito. Durante o processo, serão recolhidos dados importantes para o futuro da condução autónoma. Após o lançamento na Alemanha, o próximo teste irá decorrer na China e posteriormente na Austrália (em novembro) e na África do Sul (em dezembro). A viagem irá terminar no CES em Las Vegas em janeiro. O "Intelligent World Drive" tem como finalidade a recolha de informação sobre as condições reais de trânsito em todo o mundo de modo a que as futuras funções automáticas e de condução autónoma possam ser implementadas em conformidade com os hábitos dos condutores/trânsito específico de cada país.

Novas tecnologias requerem segurança jurídica

A Mercedes-Benz defende um enquadramento legal harmonizado a nível internacional para a condução automatizada e autónoma. Existe uma necessidade de atuar especialmente no que diz respeito aos acordos internacionais sobre o código de estrada, que definem o quadro vinculativo para a legislação nacional e que atualmente ainda exigem obrigatoriamente um condutor. São também importantes alterações adicionais no que diz respeito à certificação do veículo e ao armazenamento de dados. A condução autónoma é uma das quatro áreas estratégicas para o futuro que forma uma parte integral da estratégia empresarial da Daimler AG, sob a sigla CASE. As letras que compõem a sigla significam Connected, Autonomous, Shared & Services e Electric. O objetivo consiste em fornecer uma mobilidade intuitiva aos clientes através da interligação de todas as quatro áreas CASE.

"Intelligent World Drive" – cada continente com diferentes objetivos de teste

Enquanto a principal área de interesse na Alemanha corresponde aos comportamentos específicos de condução em autoestradas e durante os congestionamentos de tráfego, o objetivo do teste de estrada na China consiste em identificar o comportamento de condução nas zonas congestionadas de Shanghai com os seus vários milhões de residentes. Durante os testes que serão realizados desde Sydney até Melbourne, os engenheiros de desenvolvimento na Austrália irão testar os atuais mapas digitais da empresa HERE. Na Cidade do Cabo, em África do Sul, o objetivo dos testes consiste também em avaliar os mapas disponíveis durante a utilização diária e as características do país. O teste de estrada na área de Los Angeles e posteriormente até Las Vegas terá como finalidade avaliar o comportamento de condução em zonas de tráfego intenso, em condições de congestionamento de trânsito e ainda as manobras de ultrapassagem pelo lado direito nas vias rápidas.

DIGITAL LIGHT – teste do sistema inovador de iluminação

Como a iluminação também desempenha uma função fundamental rumo à mobilidade automatizada e autónoma, o "Intelligent World Drive" da Mercedes-Benz também irá testar um protótipo de farol equipado com a inovadora tecnologia DIGITAL LIGHT. Este sistema de iluminação revolucionário inclui as características que foram reveladas como uma visão do futuro no veículo de pesquisa F 015 Luxury in Motion no início de 2015. A luz contínua e anti ofuscante de máximos com qualidade HD, utiliza semicondutores com mais de um milhão de micro espelhos, e portanto pixels, por farol. Entre outros fatores, a DIGITAL LIGHT permite desta forma projetar passadeiras na estrada com recurso à luz dos faróis, para comunicar com os restantes utentes da via.